Páginas

Receba mais dicas valiosas para você e seu negócio

RM Vale

Aprovada a Região Metropolitana do Vale do Paraíba-Litoral Norte

Nova região metropolitana terá 39 municípios e sua aprovação contribuirá para o desenvolvimento local. A bancada do PCdoB votou a favor do projeto.

O plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou, com o apoio e o voto favorável da bancada do PCdoB, o Projeto de Lei Complementar 66/2011, do Executivo, que cria a Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte.

A bancada do PCdoB defendeu essa proposta por entender que a nova Região Metropolitana é fundamental para o crescimento e desenvolvimento equilibrado desta importante região. As Regiões Metropolitanas são instrumentos estruturadores da logística, fundamentais para alavancar a economia do Estado e possibilitar a retomada do crescimento.

Ainda há importantes desafios a vencer, como a necessidade de ampliação do investimento público, o funcionamento ativo das câmaras temáticas, a instituição de conselhos de Desenvolvimento (já previstos na lei). Mas a criação da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e do Litoral Norte contribui na identificação das vocações econômicas das cidades da região, nas parcerias e na descentralização da economia, reforçando novos eixos de desenvolvimento rumo ao interior.

O projeto aprovado inclui a autorização para que o Executivo crie autarquia territorial para integrar a organização, o planejamento e a execução das funções públicas de interesse comum. Para isso, o governo terá que enviar à Casa projeto de lei complementar específico. Para passar a ser lei, o PLC 66 necessita ainda da sanção do governador.

RM do Vale e do Litoral Norte:

Os 39 municípios que compõem a RM são: 
Aparecida, Arapeí, Areias, Bananal, Caçapava, Cachoeira Paulista, Campos do Jordão, Canas, Caraguatatuba, Cruzeiro, Cunha, Guaratinguetá, Igaratá, Ilhabela, Jacareí, Jambeiro, Lagoinha, Lavrinhas, Lorena, Monteiro Lobato, Natividade da Serra, Paraibuna, Pindamonhangaba, Piquete, Potim, Queluz, Redenção da Serra, Roseira, Santa Branca, Santo Antonio do Pinhal, São Bento do Sapucaí, São José do Barreiro, São José dos Campos, São Luiz do Paraitinga, São Sebastião, Silveiras, Taubaté, Tremembé e Ubatuba.

A região será dividida em cinco sub-regiões: 
Cruzeiro (Arapeí, Areias, Bananal, Cruzeiro, Lavrinhas, Queluz, São José do Barreiro, Silveira); 
Guaratinguetá (Aparecida, Cachoeira Paulista, Canas, Cunha, Guaratinguetá, Piquete, Potim, Roseira);
São José dos Campos (Caçapava, Igaratá, Jacareí, Jambeiro, Monteiro Lobato, Paraibuna, Santa Branca, São José dos Campos); 
Taubaté (Campos do Jordão, Loginha, Natividade da Serra, Pindamonhangaba, Santo Antonio do Pinhal, São Bento do Sapucaí, São Luiz do Paraitinga, Taubaté, Tremembé, Redenção da Serra); 
e Litoral Norte (Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião, Ubatuba).

Por Djalma Batigalhia, com agências



Sossegue as crianças na viagem de carro

Evite resmungos e veja como até arrumar as malas pode ser uma tarefa divertida

Viajar com criança dá trabalho dobrado. Desde os cuidados especiais com a bagagem até o trajeto, com mais pausas e necessidade de distrações, a preocupação é grande. Os cuidados aumentam ainda mais quando o jeito é pegar a estrada com a molecada - e o carro precisa se transformar numa central segura de entretenimento durante o passeio. "As crianças podem ficar agitadas, com fome ou querendo ir ao banheiro. Ou simplesmente começarem a resmungar por causa do tédio de tanto tempo sentadas", afirma a psicóloga Solange Martins Ferreira, do Hospital Santa Catarina, em São Paulo.

Fazendo as malas - Getty ImagesNem sempre os pais sabem como agir nessas situações. Mas tem como transformar tudo isso em diversão, com algum planejamento e regras claras. A seguir, um pediatra e a especialista do Hospital Santa Catarina dão dicas para adultos e crianças viajarem de carro sem estresse.

Veja algumas abaixo:

Fazendo as malas

O que levar durante a viagem? Organizar a bagagem pode ser um momento divertido entre pais e filhos, além de dar noções de importância à criança - afinal, nem todos os brinquedos cabem no porta-malas. "Os pais devem deixar a criança livre para separar o que quiser. Na sequência, devem ajudá-la a escolher, limitando a quantidade de brinquedos ou adaptando as roupas de acordo com a estação climática", afirma a psicóloga clínica Solange Martins Ferreira. E claro, é obrigação dos adultos completarem a bagagem com o que faltar (produtos de higiene e primeiros-socorros, principalmente).
Nada de comer no carro - Getty Images
Nada de comer no carro

Seu pequeno pode até reclamar de fome, mas evite deixar que ele coma dentro do carro - e não só para evitar enjoos durante o trajeto. "Com o movimento, a criança pode engasgar e o adulto não perceber. Também pode surgir a necessidade de frear bruscamente, machucando a boca ou a gengiva do seu filho com o impacto", afirma a psicóloga clínica do Hospital Santa Catarina. Se a criança quiser partilhar a guloseima com o adulto da frente, o motorista pode ter a atenção prejudicada.

O recomendado, portanto, é fazer uma refeição leve antes de sair e realizar pequenas pausas durante a viagem, para comer e se hidratar, além de ir ao banheiro (no caso de crianças que já tiraram as fraldas). 

Aproveite a noite - Getty Images
Aproveite a noite
Viajar enquanto a criança dorme é um conforto a mais, tanto para ela quanto para os adultos. O calor incomoda menos à noite, o trânsito tende a ser mais leve. Só é preciso ter certeza de que o motorista está bem descansado, evitando acidentes no trajeto.

Pare de vez em quando - Getty ImagesPare de vez em quando

Se a viagem for muito longa, tudo bem fazer uma parada estratégica. A dupla de especialistas indica que isso aconteça a cada duas horas e meia ou três horas, para que a criança vá ao banheiro, faça uma refeição leve ou, simplesmente, estique as pernas. "Essa parada também é importante para que o motorista recupere o nível de atenção e reflexo", conta Solange. 


Pare de pegar no pé - Getty ImagesPare de pegar no pé

Pais superpreocupados podem até perguntar a todo instante se os pequenos, no banco de trás, estão bem. Mas esse não é um comportamento recomendado. "Deixe que a criança se distraia sozinha. Dar um livro, um brinquedo ou até mesmo ligar aqueles DVDs portáteis são atitudes que ajudam a criança a se manter distraída e calma", lista Huberman.


Evite chamar amiguinhos - Getty Images
Evite chamar amiguinhos

A não ser que a criança peça muito, não insista em levar amiguinhos de seus filhos junto. "Levar filhos dos outros pode dar trabalho redobrado. Sem nos esquecermos da autorização legal do juiz, necessária para carregar outra criança", aconselha Solange. "Além disso, o amiguinho de seu filho pode sentir falta dos pais, ficar chorando e estragar sua viagem. Leve apenas se for um grande amigo de seu filho, acostumado a visitar vocês e que já tenha dormido longe dos pais sem dar trabalho", afirma Huberman.





VIA de ACESSO CHIQUINHO BERNARDO

Sua nova alternativa para desviar do PEDÁGIO

Via  jornaldepaulinia.com.br
 O Sr. Francisco Sebastião da Silveira (Chiquinho Bernardo) disponibilizou parte de sua propriedade para construção da Via de Acesso paralela ao Pedágio de Igaratá.

A nova via será chamada de VIA de ACESSO CHIQUINHO BERNARDO, onde toda a população de Igaratá poderá trafegar normalmente sem ter que pagar o pedágio abusivo. 

CHIQUINHO BERNARDO, dedicou esta Via de Acesso em homenagem as suas filhas.

Este momento histórico aconteceu em reunião no Quiosque do Wagner ( PINGUELA) na data de 30 de abril de 2011 onde compareceram os senhores:
Francisco Sebastião da Silveira ( Chiquinho Bernado )
Luis Carlos Goes ( Baixinho )
Wagner Aparecido de Oliveira ( Tio Wagner )
Benedito Aparecido do Nascimento ( Pitanga)
Fernando Belini ( Belini )
Fernando Cavallari Belini Martins ( Fernandinho ) 



Os melhores utilitários gratuitos para seu PC


Separamos 5 programas para recuperar um PC que não “dá boot”, livra-se do lixo acumulado, desfragmentar o HD, lidar com arquivos compactados e fazer um inventário do hardware

Tudo fica melhor com um upgrade. Mas programas que deixem seu computador mais versátil podem custar dezenas ou centenas de reais. Felizmente, os programas que listamos aqui não custam nada: são “freeware” (software grátis) no mais puro sentido da palavra. Alguns deles podem ter recursos limitados em relação a uma versão “completa” (e paga), mas incluímos apenas programas com recursos suficientes para serem úteis.

Não há dois PCs iguais, então você precisa se certificar de que o software que baixar é compatível com sua máquina. Todos os programas que listamos funcionam no Windows 7, e a maioria deles também funciona com versões mais antigas do Windows como o Vista ou XP, mas verifique os requisitos de sistema de cada um deles no site do fabricante antes de instalar.

Também é recomendado criar um ponto de restauração do sistema antes de instalar qualquer programa que tenha acesso aos seus arquivos ou configurações do sistema operacional, como anti-vírus, aplicativos de desktop remoto, utilitários para remoção segura de arquivos, etc. A regra é simples: é melhor prevenir do que remediar. Se algum programa causar problemas, basta “voltar” o sistema para o ponto de restauração feito antes de sua instalação e pronto!

Com tudo pronto, é hora de “incrementar” seu PC. Preparado? Começamos com 5 utilitários que vão ajudá-lo a recuperar um PC afetado por malware, livrar-se do “lixo” acumulado na máquina, obter informações detalhadas sobre seu hardware, desfragmentar o HD e lidar com arquivos compactados.

BootMed: baseado no Ubuntu, este disco de boot foi projetado para recuperar PCs com Windows com erros na inicialização (boot) ou infectados por malware. O BootMed é simples, mas não é exatamente fácil de usar. Entre o pequeno, porém variado, conjunto de ferramentas inclusas estão um gerenciador de partições, um utilitário que permite a execução de programas Windows para remoção de malware, o utilitário PhotoRec para recuperação de arquivos e o TestDisk para recuperação de partições e diagnóstico de problemas de boot. Tudo isso apresentado em uma interface desktop. Usuários familiarizados com o Linux também tem acesso à linha de comando usando um terminal. É um download grande, quase 700 MB, mas vale a pena.

CCleaner: uma das mais populares ferramentas para remoção do “lixo” que se acumula ao longo do tempo em seu PC, o CCleaner pode remover arquivos temporários, esvaziar o cache do navegador, limpar o registro do Windows e muito mais. E a ferramenta é inteligente o suficente para, ao apagar os cookies do navegador, deixar aqueles úteis, como os pertencentes a serviços do Google ou Yahoo!. A principal novidade na versão 3.0 é que ela funciona em versões de 64-Bits do Windows.

PC Wizard: se você quer informações extremamente detalhadas sobre o hardware e software de seu PC, o PC Wizard é a ferramenta certa. Capaz de criar uma lista com todos os componentes de sua máquina, ou de indicar o nível de atividade em cada um dos núcleos do seu processador, ele também mostra informações sobre pontos de restauração, inicialização e desligamento da máquina e inclui benchmarks capazes de testar várias partes do sistema.

7-Zip: disponível em versões para sistemas de 32 ou 64 Bits, o 7-Zip é capaz de criar e expandir arquivos .ZIP usando criptografia AES. Isso é importante porque o método padrão de proteção de arquivos .ZIP, com uma senha simples, é facilmente quebrado e insuficiente se você quer enviar documentos importantes por e-mail, por exemplo.

Além disso o 7-Zip tem seu algoritmo próprio de compressão, produzindo arquivos com a extensão .7z que ocupam menos espaço que arquivos .ZIP equivalentes, e é capaz de lidar com arquivos em outros formatos, como .RAR, .ARJ, .LHA, .TAR, .GZ, .BZ2 e muitos outros. Resumindo: se você precisa abrir, ou criar, um arquivo compactado, não há ferramenta melhor que o 7-Zip.

Smart Defrag: uma das formas mais fáceis de ter certeza de que você conseguirá recuperar seus arquivos em caso de um acidente com o HD é desfragmentar o disco, e o Smart Defrag é uma ótima ferramenta para isso. Testes recentes mostraram que desfragmentar um disco não traz um ganho de desempenho tão grande quanto as pessoas esperam, mas “agrupar” todos os pedaços de um arquivo em um só local torna mais fácil recuperá-los se o arquivo for excluído por engano, por exemplo.

Assim como o utilitário de desfragmentação embutido no Windows, este programa analisa seu disco, mostra os resultados e permite a você decidir se quer continuar com o processo. Também há recursos como diferentes níveis de desfragmentação: de “completa” a um simples reposicionamento dos arquivos para quem fiquem nos locais mais adequados. O utilitário só não é recomendado para quem tem uma unidade SSD, já que a reescrita constante pode desgastar os bancos de memória.


Megan Geuss, PCWorld EUA
03-11-2011  Via PCWorld



Fazendo a festa na chácara

A chácara é um tipo de ambiente rural semelhante ao sítio, mas com um terreno menor. A propriedade pode contar com uma casa, piscina, jardins ou mesmo áreas bem espaçosas com churrasqueiras e banheiros bem distribuídos. Mesmo não possuindo uma estrutura ideal como os salões, as chácaras representam um cenário perfeito para grandes festas.
As festas em chácaras estão se tornando cada vez mais populares no Brasil, atraindo milhares de pessoas que buscam se divertir da melhor forma possível. Esse tipo de evento explora as características de uma propriedade ampla, isolada e como tal tem muitas alternativas de decoração.

Via  www.mundodastribos.com
Algumas chácaras adotam um perfil mais rural, com pequenas plantações, pomares e hortas, além da criança de animais. No entanto, a chácara para festas tem uma estrutura adaptada a finalidade, com espaços e opções condizentes com a proposta de lazer e entretenimento dos eventos.

Via  brincandodecorar.blogspot.com
A decoração de festas em chácaras depende da proposta do evento, por isso é importante que os organizadores façam o planejamento com cautela e antecedência. Em primeiro lugar elege-se um tema para a festa, para que assim a decoração tenha embasamento para ser planejada. Em todo caso, é importante que todos os espaços de lazer da propriedade sejam bem aproveitados.

Via  vestidosebolos.blogspot.com
Como a chácara é uma área ampla com vários espaços, é fundamental se preocupar com a diversão de todos os convidados. Vale à pena apostar em diferentes ambientes para tornar a festa mais atrativa, como uma tenda eletrônica num determinado ponto da chácara, um palco com bandas ao vivo em outro e uma praça de alimentação. Alguns eventos ficam a desejar ao trabalhar com ambientes diversificados, isso porque os organizadores não sabem como distribuir o espaço.

Via  seuevento.net.br
 Uma festa temática na chácara tem tudo para ser divertida, principalmente quando os espaços internos e externos são bem aproveitados. A decoração dependerá do tema e do orçamento disponível para a personalização da propriedade. Entre as temáticas compatíveis com a chácara, aparecem: Havaí, Circo, Rock in Roll, Anos 80, Woodstock e Eletromusic.

Via  gambira.com.br
Elementos como balões de gás hélio, ilustrações temáticas nas paredes, arco de bexigas e tendas são interessantes para uma festa moderna na chácara.  A área com piscina também pode ser explorada pela decoração, com balões flutuando nas águas ou iluminação subaquática bem irreverente.

Via fotosdecasamentos.com.br
As festas em chácaras decoradas voltadas para jovens podem contar com outras opções de entretenimento, tais como pula-pula, quadra esportiva, futebol de sabão, escalada, touro inflável, etc.

Via  seueventonet-piracicaba.blogspot.com
Dependendo da proposta do evento, ele pode durar o dia todo e oferecer uma programação de atividades bem interessante para os convidados.
Via  soulsweet.com.br
Aproveitar o gramado, as árvores e canteiros dos jardins da chácara também correspondem a uma alternativa interessante, principalmente para colocar a natureza em evidência no evento. Uma iluminação externa bem planejada com luz LED pode ajudar a aproveitar o espaço durante a noite. Na parte interna, uma pista de dança com o efeito pisca-pisca das luzes promete entreter os convidados mais animados e cheios de energia. O ambiente com música ao vivo também garante entretenimento de qualidade.

Igaratá promove campanha "Fique Sabendo"


A Secretaria Municipal de Saúde de Igaratá iniciou esta semana a Campanha Estadual “Fique Sabendo”. Trata-se de uma mobilização de incentivo ao teste de AIDS e tem como objetivo conscientizar a população sobre a importancia da realização do exame.

A campanha que teve inicio nesta quinta-feira, 25 no município cona com a participação de equipes capacitadas da Secretaria Municipal de Saúde. Com auxilio do ônibus Bairro a Bairro, a equipe disponibiliza folders informativos sobre a campanha e atende o interessado dentro da unidade móvel. A campanha segue até o dia 1º de dezembro – dia mundial de Luta contra a Aids.

ESTATÍSTICA

De acordo com dados divulgados esta semana pela Unaids (Programa Conjunto das Nações Unidas sobre o HIV/AIDS), o número de pessoas que vivem com AIDS no mundo segue em crescimento e, em 2010, atingiu o recorde de 34 milhões, 17% a mais do que o registrado em 2001.

No Brasil, o único dado nacional do relatório aponta a necessidade de melhoria no diagnóstico precoce. Entre 250 e 300 mil pessoas têm o vírus e não sabem, segundo as estatísticas da Unaids.


Fonte: Prefeitura de Igaratá



Personalizar o imóvel com gostos pessoais desvaloriza na hora da venda


Para lucrar com a venda de imóvel ou comprar um que possa ser vendido por um valor mais alto, antes de mais nada, o proprietário precisa saber que alguns elementos podem valorizar, ou até mesmo, fazer com que o imóvel perca valor comercial.

Proximidade de escolas, postos de saúde, supermercados, diversidade de linhas de ônibus e shoppings são alguns dos elementos que podem valorizar um imóvel. No entanto, personalizar o imóvel com gostos pessoais pode dificultar uma futura venda.

“Nem todas as modificações influenciam de maneira positiva no valor do empreendimento”, explica o advogado imobiliário e diretor de condomínios da Primar Administradora de Bens, Carlos Samuel de Oliveira Freitas. “As reformas devem ter caráter funcional, ou seja, que atendam às demandas do mercado. Personalizar um bem deprecia seu valor”, explica.

Materiais

Além disso, o proprietário deve estar atento aos materiais utilizados, pois, de acordo com Freitas, o custo, a qualidade e a utilidade são as três bases de sustentação de qualquer reforma no imóvel. Um conselho do especialista é de que as alterações não devem ter um custo alto comparado com o valor da construção, pois corre-se o risco de não conseguir recuperar o investimento. “A qualidade dos materiais utilizados também é fundamental. O ideal é pesquisar os preços e verificar a qualidade e procedência, evitando a compra de algo ruim, independente do valor. O serviço deve ser bem feito e a reforma deve ser realizada visando à utilidade”, completa.


O acabamento do imóvel também deve ser de qualidade, com cores discretas e resistência. Materiais como cerâmica, granito ou madeira são os mais indicados para o piso, enquanto o carpete não é recomendado, principalmente pelos aspectos de higiene e saúde. “A limpeza é outro fator que influencia na hora de comercializar o imóvel, podendo acrescentar uma boa porcentagem no valor. Um local limpo e organizado passa uma boa imagem e realça os pontos fortes da edificação”, afirma Freitas.

Estrutura

Seja em uma reforma ou construção, alguns cômodos do imóvel devem receber atenção especial, pois influenciam diretamente na valorização. Segundo Freitas, atualmente as casas e apartamentos não dispõem de espaço e os ambientes são pequenos e desconfortáveis, por isso, a procura por cozinhas mais amplas está crescendo. “A cozinha é um lugar de integração perfeita para as reuniões em família na hora das refeições. Por isso, cômodos com fácil passagem, superfícies resistentes, pisos e revestimentos fáceis de limpar são mais valorizados”, explica.

Segundo o diretor, os banheiros e os equipamentos presentes em seu interior podem aumentar significativamente o valor de um imóvel. A presença de um banheiro no quarto principal ou até mesmo mais de uma suíte são considerados diferenciais. “O banheiro deve ter um bom tamanho, com box e espaço confortável para o vaso sanitário. Vale a pena investir nos encanamentos, mesmo não sendo visível, as boas condições da infraestrutura são imprescindíveis. As banheiras contribuem para aumentar o preço do imóvel”, aconselha.

A garagem e a área externa também contam pontos na hora de vender ou alugar o imóvel. Um jardim bem cuidado, com grama cortada, árvores podadas, flores bem cuidadas, influenciam na valorização, porém, uma horta cheia de mato pode ter reflexo negativo. “Os compradores gostam de garagens grandes, que acomode pelo menos dois carros. O visual externo do imóvel tem que ser arejado e iluminado e a cor externa deve ser clara, aumentando as chances do negócio ser concretizado”, finaliza o diretor.


Da Redação, original Info Money