Páginas

Receba mais dicas valiosas para você e seu negócio

RM Vale

Aprovada a Região Metropolitana do Vale do Paraíba-Litoral Norte

Nova região metropolitana terá 39 municípios e sua aprovação contribuirá para o desenvolvimento local. A bancada do PCdoB votou a favor do projeto.

O plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou, com o apoio e o voto favorável da bancada do PCdoB, o Projeto de Lei Complementar 66/2011, do Executivo, que cria a Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte.

A bancada do PCdoB defendeu essa proposta por entender que a nova Região Metropolitana é fundamental para o crescimento e desenvolvimento equilibrado desta importante região. As Regiões Metropolitanas são instrumentos estruturadores da logística, fundamentais para alavancar a economia do Estado e possibilitar a retomada do crescimento.

Ainda há importantes desafios a vencer, como a necessidade de ampliação do investimento público, o funcionamento ativo das câmaras temáticas, a instituição de conselhos de Desenvolvimento (já previstos na lei). Mas a criação da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e do Litoral Norte contribui na identificação das vocações econômicas das cidades da região, nas parcerias e na descentralização da economia, reforçando novos eixos de desenvolvimento rumo ao interior.

O projeto aprovado inclui a autorização para que o Executivo crie autarquia territorial para integrar a organização, o planejamento e a execução das funções públicas de interesse comum. Para isso, o governo terá que enviar à Casa projeto de lei complementar específico. Para passar a ser lei, o PLC 66 necessita ainda da sanção do governador.

RM do Vale e do Litoral Norte:

Os 39 municípios que compõem a RM são: 
Aparecida, Arapeí, Areias, Bananal, Caçapava, Cachoeira Paulista, Campos do Jordão, Canas, Caraguatatuba, Cruzeiro, Cunha, Guaratinguetá, Igaratá, Ilhabela, Jacareí, Jambeiro, Lagoinha, Lavrinhas, Lorena, Monteiro Lobato, Natividade da Serra, Paraibuna, Pindamonhangaba, Piquete, Potim, Queluz, Redenção da Serra, Roseira, Santa Branca, Santo Antonio do Pinhal, São Bento do Sapucaí, São José do Barreiro, São José dos Campos, São Luiz do Paraitinga, São Sebastião, Silveiras, Taubaté, Tremembé e Ubatuba.

A região será dividida em cinco sub-regiões: 
Cruzeiro (Arapeí, Areias, Bananal, Cruzeiro, Lavrinhas, Queluz, São José do Barreiro, Silveira); 
Guaratinguetá (Aparecida, Cachoeira Paulista, Canas, Cunha, Guaratinguetá, Piquete, Potim, Roseira);
São José dos Campos (Caçapava, Igaratá, Jacareí, Jambeiro, Monteiro Lobato, Paraibuna, Santa Branca, São José dos Campos); 
Taubaté (Campos do Jordão, Loginha, Natividade da Serra, Pindamonhangaba, Santo Antonio do Pinhal, São Bento do Sapucaí, São Luiz do Paraitinga, Taubaté, Tremembé, Redenção da Serra); 
e Litoral Norte (Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião, Ubatuba).

Por Djalma Batigalhia, com agências



Sossegue as crianças na viagem de carro

Evite resmungos e veja como até arrumar as malas pode ser uma tarefa divertida

Viajar com criança dá trabalho dobrado. Desde os cuidados especiais com a bagagem até o trajeto, com mais pausas e necessidade de distrações, a preocupação é grande. Os cuidados aumentam ainda mais quando o jeito é pegar a estrada com a molecada - e o carro precisa se transformar numa central segura de entretenimento durante o passeio. "As crianças podem ficar agitadas, com fome ou querendo ir ao banheiro. Ou simplesmente começarem a resmungar por causa do tédio de tanto tempo sentadas", afirma a psicóloga Solange Martins Ferreira, do Hospital Santa Catarina, em São Paulo.

Fazendo as malas - Getty ImagesNem sempre os pais sabem como agir nessas situações. Mas tem como transformar tudo isso em diversão, com algum planejamento e regras claras. A seguir, um pediatra e a especialista do Hospital Santa Catarina dão dicas para adultos e crianças viajarem de carro sem estresse.

Veja algumas abaixo:

Fazendo as malas

O que levar durante a viagem? Organizar a bagagem pode ser um momento divertido entre pais e filhos, além de dar noções de importância à criança - afinal, nem todos os brinquedos cabem no porta-malas. "Os pais devem deixar a criança livre para separar o que quiser. Na sequência, devem ajudá-la a escolher, limitando a quantidade de brinquedos ou adaptando as roupas de acordo com a estação climática", afirma a psicóloga clínica Solange Martins Ferreira. E claro, é obrigação dos adultos completarem a bagagem com o que faltar (produtos de higiene e primeiros-socorros, principalmente).
Nada de comer no carro - Getty Images
Nada de comer no carro

Seu pequeno pode até reclamar de fome, mas evite deixar que ele coma dentro do carro - e não só para evitar enjoos durante o trajeto. "Com o movimento, a criança pode engasgar e o adulto não perceber. Também pode surgir a necessidade de frear bruscamente, machucando a boca ou a gengiva do seu filho com o impacto", afirma a psicóloga clínica do Hospital Santa Catarina. Se a criança quiser partilhar a guloseima com o adulto da frente, o motorista pode ter a atenção prejudicada.

O recomendado, portanto, é fazer uma refeição leve antes de sair e realizar pequenas pausas durante a viagem, para comer e se hidratar, além de ir ao banheiro (no caso de crianças que já tiraram as fraldas). 

Aproveite a noite - Getty Images
Aproveite a noite
Viajar enquanto a criança dorme é um conforto a mais, tanto para ela quanto para os adultos. O calor incomoda menos à noite, o trânsito tende a ser mais leve. Só é preciso ter certeza de que o motorista está bem descansado, evitando acidentes no trajeto.

Pare de vez em quando - Getty ImagesPare de vez em quando

Se a viagem for muito longa, tudo bem fazer uma parada estratégica. A dupla de especialistas indica que isso aconteça a cada duas horas e meia ou três horas, para que a criança vá ao banheiro, faça uma refeição leve ou, simplesmente, estique as pernas. "Essa parada também é importante para que o motorista recupere o nível de atenção e reflexo", conta Solange. 


Pare de pegar no pé - Getty ImagesPare de pegar no pé

Pais superpreocupados podem até perguntar a todo instante se os pequenos, no banco de trás, estão bem. Mas esse não é um comportamento recomendado. "Deixe que a criança se distraia sozinha. Dar um livro, um brinquedo ou até mesmo ligar aqueles DVDs portáteis são atitudes que ajudam a criança a se manter distraída e calma", lista Huberman.


Evite chamar amiguinhos - Getty Images
Evite chamar amiguinhos

A não ser que a criança peça muito, não insista em levar amiguinhos de seus filhos junto. "Levar filhos dos outros pode dar trabalho redobrado. Sem nos esquecermos da autorização legal do juiz, necessária para carregar outra criança", aconselha Solange. "Além disso, o amiguinho de seu filho pode sentir falta dos pais, ficar chorando e estragar sua viagem. Leve apenas se for um grande amigo de seu filho, acostumado a visitar vocês e que já tenha dormido longe dos pais sem dar trabalho", afirma Huberman.





VIA de ACESSO CHIQUINHO BERNARDO

Sua nova alternativa para desviar do PEDÁGIO

Via  jornaldepaulinia.com.br
 O Sr. Francisco Sebastião da Silveira (Chiquinho Bernardo) disponibilizou parte de sua propriedade para construção da Via de Acesso paralela ao Pedágio de Igaratá.

A nova via será chamada de VIA de ACESSO CHIQUINHO BERNARDO, onde toda a população de Igaratá poderá trafegar normalmente sem ter que pagar o pedágio abusivo. 

CHIQUINHO BERNARDO, dedicou esta Via de Acesso em homenagem as suas filhas.

Este momento histórico aconteceu em reunião no Quiosque do Wagner ( PINGUELA) na data de 30 de abril de 2011 onde compareceram os senhores:
Francisco Sebastião da Silveira ( Chiquinho Bernado )
Luis Carlos Goes ( Baixinho )
Wagner Aparecido de Oliveira ( Tio Wagner )
Benedito Aparecido do Nascimento ( Pitanga)
Fernando Belini ( Belini )
Fernando Cavallari Belini Martins ( Fernandinho ) 



Os melhores utilitários gratuitos para seu PC


Separamos 5 programas para recuperar um PC que não “dá boot”, livra-se do lixo acumulado, desfragmentar o HD, lidar com arquivos compactados e fazer um inventário do hardware

Tudo fica melhor com um upgrade. Mas programas que deixem seu computador mais versátil podem custar dezenas ou centenas de reais. Felizmente, os programas que listamos aqui não custam nada: são “freeware” (software grátis) no mais puro sentido da palavra. Alguns deles podem ter recursos limitados em relação a uma versão “completa” (e paga), mas incluímos apenas programas com recursos suficientes para serem úteis.

Não há dois PCs iguais, então você precisa se certificar de que o software que baixar é compatível com sua máquina. Todos os programas que listamos funcionam no Windows 7, e a maioria deles também funciona com versões mais antigas do Windows como o Vista ou XP, mas verifique os requisitos de sistema de cada um deles no site do fabricante antes de instalar.

Também é recomendado criar um ponto de restauração do sistema antes de instalar qualquer programa que tenha acesso aos seus arquivos ou configurações do sistema operacional, como anti-vírus, aplicativos de desktop remoto, utilitários para remoção segura de arquivos, etc. A regra é simples: é melhor prevenir do que remediar. Se algum programa causar problemas, basta “voltar” o sistema para o ponto de restauração feito antes de sua instalação e pronto!

Com tudo pronto, é hora de “incrementar” seu PC. Preparado? Começamos com 5 utilitários que vão ajudá-lo a recuperar um PC afetado por malware, livrar-se do “lixo” acumulado na máquina, obter informações detalhadas sobre seu hardware, desfragmentar o HD e lidar com arquivos compactados.

BootMed: baseado no Ubuntu, este disco de boot foi projetado para recuperar PCs com Windows com erros na inicialização (boot) ou infectados por malware. O BootMed é simples, mas não é exatamente fácil de usar. Entre o pequeno, porém variado, conjunto de ferramentas inclusas estão um gerenciador de partições, um utilitário que permite a execução de programas Windows para remoção de malware, o utilitário PhotoRec para recuperação de arquivos e o TestDisk para recuperação de partições e diagnóstico de problemas de boot. Tudo isso apresentado em uma interface desktop. Usuários familiarizados com o Linux também tem acesso à linha de comando usando um terminal. É um download grande, quase 700 MB, mas vale a pena.

CCleaner: uma das mais populares ferramentas para remoção do “lixo” que se acumula ao longo do tempo em seu PC, o CCleaner pode remover arquivos temporários, esvaziar o cache do navegador, limpar o registro do Windows e muito mais. E a ferramenta é inteligente o suficente para, ao apagar os cookies do navegador, deixar aqueles úteis, como os pertencentes a serviços do Google ou Yahoo!. A principal novidade na versão 3.0 é que ela funciona em versões de 64-Bits do Windows.

PC Wizard: se você quer informações extremamente detalhadas sobre o hardware e software de seu PC, o PC Wizard é a ferramenta certa. Capaz de criar uma lista com todos os componentes de sua máquina, ou de indicar o nível de atividade em cada um dos núcleos do seu processador, ele também mostra informações sobre pontos de restauração, inicialização e desligamento da máquina e inclui benchmarks capazes de testar várias partes do sistema.

7-Zip: disponível em versões para sistemas de 32 ou 64 Bits, o 7-Zip é capaz de criar e expandir arquivos .ZIP usando criptografia AES. Isso é importante porque o método padrão de proteção de arquivos .ZIP, com uma senha simples, é facilmente quebrado e insuficiente se você quer enviar documentos importantes por e-mail, por exemplo.

Além disso o 7-Zip tem seu algoritmo próprio de compressão, produzindo arquivos com a extensão .7z que ocupam menos espaço que arquivos .ZIP equivalentes, e é capaz de lidar com arquivos em outros formatos, como .RAR, .ARJ, .LHA, .TAR, .GZ, .BZ2 e muitos outros. Resumindo: se você precisa abrir, ou criar, um arquivo compactado, não há ferramenta melhor que o 7-Zip.

Smart Defrag: uma das formas mais fáceis de ter certeza de que você conseguirá recuperar seus arquivos em caso de um acidente com o HD é desfragmentar o disco, e o Smart Defrag é uma ótima ferramenta para isso. Testes recentes mostraram que desfragmentar um disco não traz um ganho de desempenho tão grande quanto as pessoas esperam, mas “agrupar” todos os pedaços de um arquivo em um só local torna mais fácil recuperá-los se o arquivo for excluído por engano, por exemplo.

Assim como o utilitário de desfragmentação embutido no Windows, este programa analisa seu disco, mostra os resultados e permite a você decidir se quer continuar com o processo. Também há recursos como diferentes níveis de desfragmentação: de “completa” a um simples reposicionamento dos arquivos para quem fiquem nos locais mais adequados. O utilitário só não é recomendado para quem tem uma unidade SSD, já que a reescrita constante pode desgastar os bancos de memória.


Megan Geuss, PCWorld EUA
03-11-2011  Via PCWorld



Fazendo a festa na chácara

A chácara é um tipo de ambiente rural semelhante ao sítio, mas com um terreno menor. A propriedade pode contar com uma casa, piscina, jardins ou mesmo áreas bem espaçosas com churrasqueiras e banheiros bem distribuídos. Mesmo não possuindo uma estrutura ideal como os salões, as chácaras representam um cenário perfeito para grandes festas.
As festas em chácaras estão se tornando cada vez mais populares no Brasil, atraindo milhares de pessoas que buscam se divertir da melhor forma possível. Esse tipo de evento explora as características de uma propriedade ampla, isolada e como tal tem muitas alternativas de decoração.

Via  www.mundodastribos.com
Algumas chácaras adotam um perfil mais rural, com pequenas plantações, pomares e hortas, além da criança de animais. No entanto, a chácara para festas tem uma estrutura adaptada a finalidade, com espaços e opções condizentes com a proposta de lazer e entretenimento dos eventos.

Via  brincandodecorar.blogspot.com
A decoração de festas em chácaras depende da proposta do evento, por isso é importante que os organizadores façam o planejamento com cautela e antecedência. Em primeiro lugar elege-se um tema para a festa, para que assim a decoração tenha embasamento para ser planejada. Em todo caso, é importante que todos os espaços de lazer da propriedade sejam bem aproveitados.

Via  vestidosebolos.blogspot.com
Como a chácara é uma área ampla com vários espaços, é fundamental se preocupar com a diversão de todos os convidados. Vale à pena apostar em diferentes ambientes para tornar a festa mais atrativa, como uma tenda eletrônica num determinado ponto da chácara, um palco com bandas ao vivo em outro e uma praça de alimentação. Alguns eventos ficam a desejar ao trabalhar com ambientes diversificados, isso porque os organizadores não sabem como distribuir o espaço.

Via  seuevento.net.br
 Uma festa temática na chácara tem tudo para ser divertida, principalmente quando os espaços internos e externos são bem aproveitados. A decoração dependerá do tema e do orçamento disponível para a personalização da propriedade. Entre as temáticas compatíveis com a chácara, aparecem: Havaí, Circo, Rock in Roll, Anos 80, Woodstock e Eletromusic.

Via  gambira.com.br
Elementos como balões de gás hélio, ilustrações temáticas nas paredes, arco de bexigas e tendas são interessantes para uma festa moderna na chácara.  A área com piscina também pode ser explorada pela decoração, com balões flutuando nas águas ou iluminação subaquática bem irreverente.

Via fotosdecasamentos.com.br
As festas em chácaras decoradas voltadas para jovens podem contar com outras opções de entretenimento, tais como pula-pula, quadra esportiva, futebol de sabão, escalada, touro inflável, etc.

Via  seueventonet-piracicaba.blogspot.com
Dependendo da proposta do evento, ele pode durar o dia todo e oferecer uma programação de atividades bem interessante para os convidados.
Via  soulsweet.com.br
Aproveitar o gramado, as árvores e canteiros dos jardins da chácara também correspondem a uma alternativa interessante, principalmente para colocar a natureza em evidência no evento. Uma iluminação externa bem planejada com luz LED pode ajudar a aproveitar o espaço durante a noite. Na parte interna, uma pista de dança com o efeito pisca-pisca das luzes promete entreter os convidados mais animados e cheios de energia. O ambiente com música ao vivo também garante entretenimento de qualidade.

Igaratá promove campanha "Fique Sabendo"


A Secretaria Municipal de Saúde de Igaratá iniciou esta semana a Campanha Estadual “Fique Sabendo”. Trata-se de uma mobilização de incentivo ao teste de AIDS e tem como objetivo conscientizar a população sobre a importancia da realização do exame.

A campanha que teve inicio nesta quinta-feira, 25 no município cona com a participação de equipes capacitadas da Secretaria Municipal de Saúde. Com auxilio do ônibus Bairro a Bairro, a equipe disponibiliza folders informativos sobre a campanha e atende o interessado dentro da unidade móvel. A campanha segue até o dia 1º de dezembro – dia mundial de Luta contra a Aids.

ESTATÍSTICA

De acordo com dados divulgados esta semana pela Unaids (Programa Conjunto das Nações Unidas sobre o HIV/AIDS), o número de pessoas que vivem com AIDS no mundo segue em crescimento e, em 2010, atingiu o recorde de 34 milhões, 17% a mais do que o registrado em 2001.

No Brasil, o único dado nacional do relatório aponta a necessidade de melhoria no diagnóstico precoce. Entre 250 e 300 mil pessoas têm o vírus e não sabem, segundo as estatísticas da Unaids.


Fonte: Prefeitura de Igaratá



Personalizar o imóvel com gostos pessoais desvaloriza na hora da venda


Para lucrar com a venda de imóvel ou comprar um que possa ser vendido por um valor mais alto, antes de mais nada, o proprietário precisa saber que alguns elementos podem valorizar, ou até mesmo, fazer com que o imóvel perca valor comercial.

Proximidade de escolas, postos de saúde, supermercados, diversidade de linhas de ônibus e shoppings são alguns dos elementos que podem valorizar um imóvel. No entanto, personalizar o imóvel com gostos pessoais pode dificultar uma futura venda.

“Nem todas as modificações influenciam de maneira positiva no valor do empreendimento”, explica o advogado imobiliário e diretor de condomínios da Primar Administradora de Bens, Carlos Samuel de Oliveira Freitas. “As reformas devem ter caráter funcional, ou seja, que atendam às demandas do mercado. Personalizar um bem deprecia seu valor”, explica.

Materiais

Além disso, o proprietário deve estar atento aos materiais utilizados, pois, de acordo com Freitas, o custo, a qualidade e a utilidade são as três bases de sustentação de qualquer reforma no imóvel. Um conselho do especialista é de que as alterações não devem ter um custo alto comparado com o valor da construção, pois corre-se o risco de não conseguir recuperar o investimento. “A qualidade dos materiais utilizados também é fundamental. O ideal é pesquisar os preços e verificar a qualidade e procedência, evitando a compra de algo ruim, independente do valor. O serviço deve ser bem feito e a reforma deve ser realizada visando à utilidade”, completa.


O acabamento do imóvel também deve ser de qualidade, com cores discretas e resistência. Materiais como cerâmica, granito ou madeira são os mais indicados para o piso, enquanto o carpete não é recomendado, principalmente pelos aspectos de higiene e saúde. “A limpeza é outro fator que influencia na hora de comercializar o imóvel, podendo acrescentar uma boa porcentagem no valor. Um local limpo e organizado passa uma boa imagem e realça os pontos fortes da edificação”, afirma Freitas.

Estrutura

Seja em uma reforma ou construção, alguns cômodos do imóvel devem receber atenção especial, pois influenciam diretamente na valorização. Segundo Freitas, atualmente as casas e apartamentos não dispõem de espaço e os ambientes são pequenos e desconfortáveis, por isso, a procura por cozinhas mais amplas está crescendo. “A cozinha é um lugar de integração perfeita para as reuniões em família na hora das refeições. Por isso, cômodos com fácil passagem, superfícies resistentes, pisos e revestimentos fáceis de limpar são mais valorizados”, explica.

Segundo o diretor, os banheiros e os equipamentos presentes em seu interior podem aumentar significativamente o valor de um imóvel. A presença de um banheiro no quarto principal ou até mesmo mais de uma suíte são considerados diferenciais. “O banheiro deve ter um bom tamanho, com box e espaço confortável para o vaso sanitário. Vale a pena investir nos encanamentos, mesmo não sendo visível, as boas condições da infraestrutura são imprescindíveis. As banheiras contribuem para aumentar o preço do imóvel”, aconselha.

A garagem e a área externa também contam pontos na hora de vender ou alugar o imóvel. Um jardim bem cuidado, com grama cortada, árvores podadas, flores bem cuidadas, influenciam na valorização, porém, uma horta cheia de mato pode ter reflexo negativo. “Os compradores gostam de garagens grandes, que acomode pelo menos dois carros. O visual externo do imóvel tem que ser arejado e iluminado e a cor externa deve ser clara, aumentando as chances do negócio ser concretizado”, finaliza o diretor.


Da Redação, original Info Money




Cozinha bem iluminada

Luz natural em qualquer cômodo de casa nunca é demais. Essa cozinha linda é um exemplo disso. As janelas comuns são enormes, mas ela também recebe muita luz da clarabóia no teto! Super bem pensada, aposto que além de tudo os moradores ainda conseguem uma grande economia de energia elétrica!

Reciclando e decorando...

Aquela lâmpada já sem utilidade pode render um belo arranjo ao jardim. Basta retirar a parte de alumínio com a ajuda de uma serrinha, prender um arame e preencher com delicadas flores. Mas lembre-se da dengue: troque a água e lave bem a peça diariamente.


 

Casa Construída de Bambú e Sacos Plásticos Reciclados

Casa Construída de Bambú e Sacos Plásticos Reciclados

O designer Daihai Fei construiu uma pequena casa ecológica, bonita e muito aconchegante, tornando-se um mais novo belo exemplo do movimento de casas ecológicas.

A mini casa foi construida com materiais simples e encontrados facilmente em qualquer cidade, pois possui em sua estrutura uma armação feita inteiramente de bambu e coberta com sacos plásticos, um material isolante que dura cerca de centenas de anos para se decompor na natureza.

Dicas para quem vai alugar imóvel


Fazer um contrato de locação de imóvel gera muitas dúvidas e não é para menos, pois alguns deslizes podem render dor de cabeça por um longo período. Dessa forma, a primeira dica é ter muita calma na hora de escolher o imóvel. 

Cabeceira de cama e cômoda de pontilhismo



Com o pontilhismo, simples tracejados podem criar um ambiente moderno e despojado. Aplicada no contorno de peças e na parede, a técnica decora a sua casa ao mesmo tempo que brinca com a ilusão de ótica.

Aproveite esta idéia!

Este chalé saiu 20% mais barato e ainda é um amigão do meio ambiente.


A casa é sustentada por pilares de madeira pínus. Todos possuem, em média, 12,5 cm de espessura.

A morada de 162 m² fica no topo de uma colina em Santo Antônio do Pinhal (SP), a casa foi feita com toras de madeira (pínus), em apenas cinco meses. E o melhor: a espécie é proveniente de reflorestamento e não agride o meio ambiente. “Cresce rápido e logo é substituída”, explica Luiz Fernando Bressan, engenheiro responsável pela edificação e proprietário da empresa Casabella – Casa de Madeira. O sistema também é mais barato – chega a custar 20% menos do que o usual.


Declaração do ITR só até sexta-feira (Imposto sobre Imóvel Rural)


O prazo para entregar a declaração do Imposto sobre Propriedade Territorial Rural 2011 termina nesta sexta-feira (30). A multa para aqueles que não entregarem ou não cumprirem com a obrigação será de 1% ao mês- calendários ou fração de atraso, calculada sobre o total do imposto devido.


Diversidade brasileira

O Brasil tem 5.564 municípios.

Alguns possuem indicadores sociais de países ricos. Outros adotaram experiências dignas de ser reproduzidas. Muitos batem recordes mundiais e nacionais na agricultura e na indústria. Alguns são famosos por suas peculiaridades.


Calçada: direito do cidadão, obrigação do proprietário

 O direito de ir e vir do cidadão começa na porta de casa, ou seja, na calçada. A construção do passeio público é de responsabilidade dos donos dos imóveis e deve seguir normas técnicas estabelecidas por órgão nacional e até por legislações municipais. Mas não é o que se vê, e o conceito de acessibilidade passa bem distante da cabeça das autoridades competentes.

Renovação automática de serviços contraria Código de Defesa do Consumidor


SÃO PAULO – No dia a dia, o consumidor costuma se deparar com diversas ofertas de produtos gratuitos, porém, algumas vezes, tais produtos possuem contratos que são renovados automaticamente e passam a emitir cobrança.


Inflação do aluguel avança para 0,33% na 2ª prévia de agosto, diz FGV

IGP-M havia registrado deflação de 0,21% no mesmo período de julho.
Índice é usado para reajustar maioria dos contratos de aluguel.

A inflação medida pelo Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), usado para reajustar a maioria dos contratos de aluguel, avançou a 0,33% na segunda prévia de agosto, após deflação de 0,21% no mesmo período de julho, aponta nesta segunda-feira (22) a Fundação Getulio Vargas (FGV).


Bolsas da Ásia fecham em alta

Investidores esperam possível ação do Fed para estimular os EUA.
Mercado avalia, ainda, desempenho da atividade manufatureira da China.

Os mercados acionários da Ásia fecharam com valorização nesta terça-feira (22), mudando a direção verificada na segunda-feira. Os investidores esperam uma possível ação do banco central americano para estimular a economia do país e avaliam o desempenho da atividade manufatureira da China.


Anatel sugere mudanças para massificar e melhorar banda larga


Agência fará duas audiências públicas, uma para discutir a entrada de novos prestadores de serviços e outra sobre a qualidade das conexões.


Mutuários poderão renegociar dívida até sexta-feira


SÃO PAULO - Até a próxima sexta-feira (19), o TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) promove um mutirão de conciliação sobre processos do SFH (Sistema Financeiro da Habitação).


Plano de Desenvolvimento Rural Sustentável

Conselhos de Desenvolvimento Rural do Estado de São Paulo

 
O Plano elaborado de forma participativa delineia as decisões de caráter geral do sistema rural, com o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável, estabeler estratégias, diretrizes e precisa responsabilidades, procurando otimizar o uso dos recursos financeiros, de infra-estrutura, materiais e principalmente pessoais.


Secretaria Municipal da Educação de Arujá lança selo Escola Ecológica





A Secretaria Municipal de Educação, em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e o Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Arujá lançou na última quarta-feira, dia 25 de maio, um projeto para certificar as escolas de Arujá que realizam ações ambientais: o selo Escola Ecológica.

O evento ocorreu no Centro de Vivências Culturais e Ambientais, na Avenida Benedito Manoel dos Santos, número 369, no Jardim Fazenda Rincão, antiga sede da Prefeitura Municipal de Arujá e da Secretaria da Educação. Entre os presentes estiveram o secretário da Educação, professor Juvenil dos Santos, o secretário do Meio Ambiente, Leonardo Machado Godoy, os vereadores Reynaldo Gregório Júnior e Wilson Ferreira da Silva, a diretora Pedagógica da Secretaria Municipal da Educação de Arujá, Cristiani Freitas, além de diversas diretoras e funcionárias da Rede Municipal de Ensino e membros da imprensa.

O selo Escola Ecológica, será oferecido às escolas que cumprirem uma série de recomendações relacionadas à preservação do meio ambiente. Cada ação vale em pontos, e as unidades que conseguirem somar um mínimo de 150 pontos serão certificadas.

Entre as ações possíveis estão o cultivo de horta escolar, a redução no consumo de energia elétrica, a criação de uma feira de ciências naturais, e a realização de uma conferência sobre o meio ambiente escolar, entre outras iniciativas.

O Selo Escola Ecológica é uma certificação verde que fomenta transformações nos educadores, alunos e espaços escolares relacionados à Educação Ambiental e aplicação de práticas sustentáveis, incentivando ações sociais e ambientais nas escolas do município de Arujá.

As inscrições para o recebimento do selo ocorrerão sempre na última semana do mês de novembro, e estão abertas a todas as escolas de educação básica de Arujá, das redes municipais, estaduais e particulares, nos níveis de ensino infantil, fundamental e médio. A entrega dos certificados e homenagens para as escolas que pontuaram ocorrerá em um evento realizado em fevereiro.

Com essa iniciativa, ao menos nove mil alunos serão beneficiados, recebendo educação ambiental e participando de projetos que buscam um futuro melhor para o nosso mundo, criando uma sociedade mais justa e com maior consciência ambiental.

Segundo Cristiani Freitas, diretora Pedagógica da Secretaria Municipal da Educação de Arujá e idealizadora do projeto, o objetivo real do projeto é incentivar e dar mais visibilidade as ações que já ocorrem nas escolas do município: As escolas municipais de Arujá já realizam ações ambientais diversas. Este projeto apenas irá divulgar as práticas existentes, dando repercussão às boas iniciativas dos educadores, pais e alunos, raciocina.

O secretário da Educação, professor Juvenil dos Santos, afirmou que a iniciativa mostrará os méritos das escolas da Rede Municipal de Ensino: O Selo será uma maneira de homenagear e certificar as escolas que servirão de modelo para a educação ambiental. Reunindo as crianças sobre um única bandeira, estaremos criando uma consciência para o futuro, conclui.


Fonte: Edição nº 81 - 28/05/2011   http://www.jornalagoranews.com.br

Versatilidade nos azulejos da sua decoração

Que tal não precisar quebrar os azulejos para colocar ganchos, gavetas ou qualquer tipo de acessório nas áreas frias da casa? 

A proposta da empresa DTILE é produzir azulejos que permitem modificações na própria peça, dando um aspecto muito interessante de continuidade ao projeto.

Terraplenagem ou Terraplanagem - Técnicas e operações mais utilizadas


Como o próprio nome já dá a entender, Terraplenagem é o ato de terraplenar, ou seja, tornar a terra ou terreno plano. O nome correto, é terraplenagem e não terraplanagem como muitos dizem.

Normalmente, o trabalho de terraplenagem não é tão simples quanto pode parecer a primeira vista. Adequar a topografia original de um terreno ao projeto de construção pode ser um trabalho árduo e complexo dependendo das atuais condições do mesmo.


Como se livrar de dívidas

É possível sair do vermelho com pequenas atitudes


Mulher com carteira
Foto: Getty Images

É possível livrar sua conta bancária de dívidas sem se submeter àqueles programas radicais que dá vontade de largar no dia seguinte. Mapeamos os quatro perfis mais comuns entre nossas leitoras e mostra o passo a passo para migrar de um para outro - de um jeito realista e definitivo.

1. A endividada compulsiva
Seu look financeiro: você vive atolada em dívidas.
Sua conta repaginada: o especialista em finanças pessoais Antonio De Julio, recomenda começar cortando o supérfluo. Para identificá-lo, anote seus gastos. É chato, mas conviver com o saldo devedor é pior. Procure negociar as dívidas que têm juros mais altos, como a do cartão de crédito e a do cheque especial. "Lembre-se de definir um valor de parcela que caiba no seu orçamento", alerta. Na vontade de se ver livre do problema logo, não é difícil querer pagar em menos tempo e não conseguir liquidar. O empréstimo consciente para concentrar os débitos num só lugar é a melhor alternativa, mas é preciso mudar seus comportamentos de consumo. Atitudes objetivas, como eliminar o limite de cheque especial e o cartão de crédito, também ajudam. Se você já tentou de tudo e não viu resultado, considere recorrer a um especialista. Pode ser um profissional que ajude a gerenciar finanças ou até um terapeuta, pois os gastos compulsivos podem representar uma tentativa de compensar outros problemas.

2. A aplicada que quer mais
Seu look financeiro: você aprendeu a poupar e investir e se considera num estágio confortável. Mas quer mais.
Sua conta repaginada: quem poupa já tem motivação. Mas para guardar mais é preciso encontrar outros estímulos. Nada melhor do que estipular metas. Daqui a três meses, você aumentará seus investimentos em 10%. Até o fim do ano, serão mais 10%.  Uma boa estratégia é direcionar uma parcela do valor das férias, do 13º salário e de bonificações para isso. Conforme você vai ganhando mais e tendo reservas, seu padrão de vida muda. E, sem perceber, está gastando absurdos com o smartphone, trocando de notebook como quem troca de sapato, jantando várias vezes por semana em restaurantes carésimos... De repente, dá para continuar sendo feliz sem mimar-se tanto.

3. A pagadora de promessas
Seu look financeiro: você consegue quitar suas dívidas, mas no fim do mês não fica com 1 real a mais para se divertir.
Sua conta repaginada: o ralo do seu orçamento pode atender pelos seguintes nomes: limite alto do cartão e do cheque especial, sapatos e bolsas que você nem usa, mas compra... "As operadoras dos cartões aumentam o limite de compras sem respeitar a renda do cliente ou o histórico de pagamento. Pode chegar um momento em que você tem mais a pagar do que ganha", diz Dora. Para dar conta, divide em parcelas, aumentando suas dívidas. Se o seu salário está 100% comprometido, sua vida financeira ainda não é saudável. Limite o valor dos gastos fixos a 20% do que ganha. Se recebe 3 mil reais, poderia comprometer 600. Um truque que pode ser até divertido é planejar quanto pode gastar no fim de semana e inventar um plano B caso a quantia acabe antes de chegar ao domingo à noite. Por exemplo: seu limite é 150 reais e você usou 80 no jantar com o namorado na sexta e 60 no aniversário da amiga no sábado. Domingo é dia de ver um bom filme na TV e preparar algo fácil para o jantar - uma massa, por exemplo.

4. A que balança, mas vai
Seu look financeiro: você consegue fazer um gasto extra aqui, outro ali, sem se endividar.
Sua conta repaginada: se pode comprar artigos de grife e viajar nos fins de semana sem passar apertos, significa que tem recursos para isso. Então, talvez seja preciso mais compromisso com o futuro. Não dá para esperar se sobra algo no fim do mês, porque o final é consequência da atuação de todos os dias - é preciso poupar logo no começo. E para isso deve-se pensar em porcentagens. Se acha que separar 10% do salário para poupar ou investir é muito, comece com 3% nos três primeiros meses e vá aumentando gradativamente. Mesmo quem ganha 1 500 reais pode guardar 10 reais. O exercício mais importante: criar disciplina. E o hábito de poupar começa com esses pequenos movimentos.


Conteúdo do site NOVA


 

Prefeitura de Igaratá adquire Minicarregadeira e Rolo Compactador


A cidade de Igaratá passa a contar com mais dois recursos que devem auxiliar nos serviços públicos municipais. Desta vez uma minicarregadeira e um rolo compactador foram entregues à cidade na manhã de ontem, 17. 

A minicarregadeira compacta BobCat, modelo S185 foi adquirida com recursos do Orçamento Geral da União (Ogu), pelo valor de R$ 90 mil, através de emenda do parlamentar republicano Valdemar Costa Neto.

Segundo informações do Setor de Serviços Públicos municipais, a máquina deverá ser utilizada para a realização da limpeza urbana, auxiliando na remoção de entulho, além de efetuar diversos serviços de limpeza nas vias municipais.
O rolo compactador adquirido pela Administração Municipal pelo valor de R$225 mil, também deve-se a verba oriunda do Ogu, através de emenda parlamentar do Deputado Federal Valdemar Costa Neto. A máquina da Marca Combat, modelo CB250 será utilizada para compactar solo, cascalho, concreto ou asfalto. Antes da aquisição, a prefeitura necessitava terceirizar o serviço.




Deixe o frio de fora 2

Sistemas de aquecimento residencial aumentam conforto térmico na parte interna da casa, além de poderem auxiliar no aquecimento da água de consumo e de piscinas

Texto: Helder Maldonado  - Fotos: Divulgação


Para casas com mais de 300 m² de área construída, o melhor é instalar o sistema hidráulico. "O motivo é simples: para funcionar, esse piso radiante necessita de uma fonte externa de geração de calor, como uma caldeira a gás", explica Cleverson Aislan Callera, da área de Vendas Técnicas da Astra.

Apesar de cara, a caldeira também pode ter outras funções na residência, como aquecer a água de consumo ou de piscinas. Se o piso hidráulico for instalado em casa já construída, pode diminuir o pé-direito em até 8 cm.

O funcionamento é semelhante ao do piso elétrico. Porém, necessita de distribuidores, bombas d'água e uma fonte externa para gerar calor. "Nesse caso, geralmente utiliza-se uma caldeira mural a gás. O custo dessa peça gira em torno de R$ 5 mil", informa Thyago Ferreira, consultor de assistência técnica da divisão de Termotecnologia da Bosch. Com consumo de 100 kWh por m² e custo de R$ 350 por m² instalado, esse sistema exige manutenção anual na caldeira, queimadores e bicos injetores, o que fica em torno R$ 1 mil.



O piso radiante hidráulico da Astra utiliza tubulação de polietileno para circular a água aquecida . Pode ser instalado sob qualquer tipo de revestimento e em áreas úmidas, como banheiros e beiras de piscinas. As linhas verticais de calor proporcionam temperatura uniforme em todo o piso e no ambiente. O modelo elétrico também pode ser instalado em paredes para diminuir umidade e mofo


Outra possibilidade do sistema hidráulico é aquecer a água por energia solar. Essa opção é indicada para instalação pelo fabricante de pisos da marca Emmeti. Segundo a empresa, a escolha é sustentável e econômica, pois não há custo mensal, apenas o inicial, de instalação. Uma facilidade oferecida pela Emmetti é o monitoramento à distância (via internet, computador ou celular), o que demonstra a preocupação em aumentar cada vez mais a tecnologia dos pisos hidráulicos.

Radiadores de paredes
Talvez um dos modelos de aquecimento mais antigos que existe, os radiadores de parede são facilmente notados nos ambientes, pois ocupam espaço na parte interna dos comôdos. Além disso, geralmente necessitam de fonte externa de geração de energia, como uma caldeira a gás, que é conectada aos radiadores por meio de canos. A água circula dentro dos radiadores, nos quais é aquecida, climatizando os ambientes por radiação. "Por isso, o sistema é indicado para construções com mais de 50 m², já que o investimento é alto", completa Rodrigo Lopes, da Ateliê do Clima.


Nos irradiadores de parede as linhas convectivas de calor não aquecem o ambiente por inteiro. A instalação requer planejamento, já que o aparelho ocupa espaço interno da casa e necessita de uma fonte de alimentação, como caldeira a gás, por exemplo O corte ilustrativo abaixo revela a malha de resistências elétricas e blindadas utilizadas no piso radiante elétrico da Astra



Fonte:  http://revistacasaeconstrucao.uol.com.br/

Ação Jovem beneficia jovens de Igaratá

 Em meio a era do conhecimento, cujas nações fomentam a erradicação do analfabetismo e o estímulo a formação contínua e o incentivo a cultura, o município de Igaratá galgou um importante passo em prol da educação engajando-se ao projeto Ação Jovem.



Segundo a assistente social Elimar Ferreira de Souza o programa atende a 30 jovens do município, número este que estendeu-se na última quarta-feira devido ao cadastro de mais 15 jovens  na secretaria de assistência social de Igaratá.

O programa Ação Jovem foi criado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social de São Paulo (SEADS) em 2004, e já beneficiou mais de 255 mil jovens, o programa almeja atender a jovens de baixa renda e vulnerabilidade social e propiciar a inclusão social, fornecendo um apoio financeiro temporário, que perdura 12 meses, podendo ser prorrogado em até 36 meses desde que o requerente atenda aos critérios do programa, no intuito de estimulara permanência na escola e a conclusão da escolaridade básica, consequentemente, a inserção social e o exercício da cidadania.

Os jovens interessados nas inscrições do programa devem cadastrar-se na localidade em que residem, nos postos credenciados pelo programa Ação Jovem, geralmente, situados em órgãos da prefeitura, como a Secretaria de Assistência Social do município. É importante salientar que o cadastro só será realizado se o candidato atender aos requisitos do programa, sendo elas a faixa etária de 15 a 24 anos, ensino fundamental e/ou médio ou EJA incompleto e estar matriculado numa instituição de ensino.

A iniciativa da Secretaria de assistência social de Igaratá em possibilitar o acesso ao programa Ação Jovem denota o cuidado no atendimento aos jovens de baixa renda, e o incentivo a políticas de inclusão social, explicitando o interesse da prefeitura em incentivar a conclusão da escolaridade básica e proporcionar oportunidades de ingresso no mercado de trabalho, o acesso a cultura e, principalmente, promover a igualdade social.


Fonte: Bruna Aparecida Nascimento  - Redação Santa Isabel On-line

Deixe o frio de fora

Sistemas de aquecimento residencial aumentam conforto térmico na parte interna da casa, além de poderem auxiliar no aquecimento da água de consumo e de piscinas.

Texto: Helder Maldonado Fotos: Divulgação

Esta ilustração simula um raio-x do piso, revelando a instalação dos tubos elétricos de calefação

Ventiladores e condicionadores de ar são indispensáveis nas residências brasileiras. Afinal, o calor impera durante quase o ano todo. Mas, principalmente no sul e no sudeste, ocorrem longos períodos de baixa temperatura. E não adianta procurar aconchego contra o frio dentro de casa, pois grande parte das residências dessas regiões é construída sem sistema de aquecimento.

Ainda hoje, a atitude mais corriqueira para diminuir o desconforto climático dentro dos imóveis é recorrer a aquecedores portáteis, que são paliativos nessa luta contra o frio. Mas por que não instalar sistemas fixos de geração de calor, como pisos radiantes, condicionadores de ar com ciclo reverso ou radiadores de parede?

A resposta é simples: muitos proprietários os desconhecem ou imaginam que a instalação será muito dispendiosa. Dependendo do modelo escolhido, o custo-benefício pode mesmo não ser favorável. Contudo, uma coisa é certa: se houver arrependimentos e a instalação de sistemas de calefação for realizada após a finalização da obra, os gastos e as dores de cabeça poderão ser bem maiores. Abaixo, conheça os diferentes sistemas de aquecimento existentes no mercado nacional, suas indicações, vantagens, preços e onde encontrá-los.

Esquema de instalação de piso aquecido hidráulico da EMETTI, com aquecedor de passagem a gás
Piso radiante

Imagine a cena: do lado de fora da casa, 15º C ou menos. E, apesar disso, o clima interno está aconchegante e você ainda pode andar descalço sobre um piso aquecido. Pois é. O piso radiante possibilita esse conforto. Popular na Europa e com grande procura nas regiões serranas brasileiras, o sistema é moderno e o único que distribui calor de maneira uniforme pelo ambiente. Disponível nas versões elétrica e hidráulica, não emite ruído e custa menos de 5% do valor da obra - em média, R$ 130 o m² já instalado.

A versão elétrica é indicada para áreas de até 300 m². "Para sua instalação, é necessário que seja criado um projeto conjunto entre arquiteto, engenheiro e empresa especializada no sistema. Para colocação em casa já construída, o contrapiso específico aplicado sobre as serpentinas elétricas diminui o pé-direito em até 5 cm", declara Rodrigo Lopes, proprietário da Ateliê do Clima.


Qualquer revestimento pode ser colocado sobre o piso radiante, porém, é mais usual optar por cerâmicas e pedras. Esse sistema de climatização não produz ruído. Ao ser ligado, a manta de serpentinas calefatoras aquece o piso. Após 20 minutos, no máximo, o calor é expandido para o ambiente, fazendo com que o ar frio (mais denso) desça e o ar quente (mais leve) ocupe seu espaço. Além do piso, é necessário instalar reguladores de temperatura, termostatos e compactadores no quadro de energia. "Pode também ser aplicado em paredes para diminuir a umidade e o mofo", comenta Lopes.

Com um consumo de 100 kWh por m² (o equivalente ao gasto de uma lâmpada incandescente), manter o piso elétrico ligado durante quatro horas por dia (período de funcionamento suficiente para o sistema proporcionar um dia todo de clima aconchegante) em um ambiente de 100 m² pode aumentar a conta de luz em até R$ 200 no final de um mês. Segundo o fabricante, esse piso não exige manutenção e tem vida útil de até 50 anos.

Nos sistemas a gás, a caldeira é conectada aos pisos radiantes hidráulicos ou radiadores de parede e pode ser reaproveitada para o aquecimento da água de consumo ou de piscinas   Com o cronotermostato da Astra é possível fazer o controle das temperaturas do ambiente e do piso de maneira independente e a programação semanal, com ajuste de hora em hora



Fonte:  http://revistacasaeconstrucao.uol.com.br/



Planta limitada é coisa do passado

Cômodos unidos, mais luz e cores vivas criaram um lar muito melhor. Para dar adeus ao estilo de 1970!
Por Roberta Benzati  - Fotos Pedro Abude


VOLUMES

A fachada frontal ganhou nova pintura e uma área coberta que funciona como garagem. Um volume, onde atualmente fica o hall, também foi agregado à composição.

O assoalho de madeira ipê que demarca o hall de entrada era do antigo piso da sala, que foi reaproveitado. A residência térrea, construída no final dos anos 1970, possuía um desenho tradicional, com cômodos bem separados.

A configuração não se adequava mais às necessidades de seus moradores, que almejavam espaços integrados. Por isso, era preciso dar nova função aos ambientes e garantir sensação de uma casa mais ampla, iluminada e ventilada, sem que houvesse aumento da área construída.

  
Em um só espaço

A mudança mais significativa ocorreu na área social. A arquiteta Mariana Brunelli demoliu todas as paredes a fim de unificar os ambientes. Janelas e portas ganharam pintura branca e foram ampliadas para favorecer a iluminação e ventilação naturais. Ainda com a ideia de integrar os espaços, foi escolhido um único piso, o porcelanato, para toda a casa, solução que também diminuiu os custos da obra (as peças aplicadas custaram R$ 6 mil).

Sala de visita, espaço da lareira, copa e corredor foram transformados em um único ambiente: o estar amplo


VERSATILIDADE
A cozinha se abriu para o estar e a bancada de granito ganhou dupla função: de um lado faz as vezes de pia e apoio para cozinhar, e do outro é balcão para refeições rápidas.

Sob medida

O espaço de preparo das refeições foi ampliado e integrado, com a quebra das paredes. Os móveis planejados, desenhados pela arquiteta, aproveitam o espaço (saíram por R$ 7 mil). Foi criada ainda uma área de serviço contígua à cozinha; na divisória, porta de vidro e basculantes trazem luz para o interior.



Jardim de inverno 

A porta que dava acesso ao jardim interno, de modelo e tamanho convencionais, se transformou em uma porta de correr com 1,80 m de largura. Quando aberta, suas folhas correm para trás da parede e integram o ambiente ao estar. O espaço ainda ganhou cobertura de vidro laminado transparente sobre uma estrutura metálica, e a luz que recebe durante o dia contribui para a iluminação da área social.

Aposte!
Cor nas paredes é uma saída simples para delimitar ambientes integrados. Aqui, o verde e o amarelo destacam as áreas.


Trabalhar em casa
O escritório, que fica próximo à garagem e antigamente era um quarto, ganhou janelas generosas, para integrá-lo à área externa. A bancada e os armários possuem desenho especial, adaptado ao espaço. Já o banheiro social passou a exercer função de lavabo, e a área da ducha foi isolada por uma parede de alvenaria. Os revestimentos e metais dos dois banheiros foram trocados por outros mais modernos.


Construção sustentável

A reforma, que levou seis meses para ficar pronta, prezou conforto, unificação dos espaços e aproveitamento das condições naturais, como luz solar e ventilação - uma ótima maneira, aliás, de reduzir o consumo de energia da residência. Ao todo, os serviços com mão de obra, marcenaria e revestimentos ficaram em R$ 60 mil.



As paredes do lavabo foram revestidas com porcelanato rústico (Incepa) que lembra aço corten.




Fonte:  http://portalcasaecia.uol.com.br/